Início » Dicas de Saúde » Ataque de pânico – o que fazer e como evitar!

Ataque de pânico – o que fazer e como evitar!

ataque de panico

Um ataque de pânico é uma onda repentina de medo e ansiedade esmagadora, geralmente sem motivo aparente e sem aviso prévio. Pode acontecer com qualquer pessoa e a qualquer momento. Muitos ataques ocorrem apenas uma vez, em outros os ataques são recorrentes.Um Ataque de Pânico ou de ansiedade pode acontecer a qualquer momento: em uma loja de compras, no trabalho, em uma apresentação, em uma aula, durante a condução, caminhadas ou até mesmo enquanto dorme.

ataque de panico
ataque de panico

Os sinais e sintomas se desenvolvem rapidamente e geralmente atingem seu pico em 10 minutos.  maioria do ataque de pânico não dura mais de 30 minutos e raramente dura mais de uma hora.

Principais sintomas:

Como reconhecer um ataque de pânico: sinais e sintomas:

  • Aumento da frequência cardíaca ou palpitações
  • Dor no peito
  • Hiperventilação ou falta de ar
  • Dor no estômago
  • Tremores
  • Tensão muscular
  • Transpiração
  • Tonturas e tontura
  • Frio
  • Sensação de formigamento ou dormência
  • Medo de morrer, ficar louco ou perder o controle

O que não Fazer:

Um ataque de pânico pode acontecer apenas uma vez sem nenhum problema ou complicação. E quase não há motivos para se preocupar caso tenha um ou dois episódios. Mas aquelas pessoas que experimentaram vários episódios muitas vezes desenvolvem transtorno de pânico. O ataque de pânico e a ansiedade apresentam dois sintomas claros:

Evitação fóbica – é evitar a situação ou coisas que produzem medo com base na crença de que irão causar um ataque. O caso extremo de evasão fóbica pode levar à agarofobia.

Ansiedade antecipatória – O “medo do medo” ou o medo de ter futuros ataque de pânico. A pessoa que manifesta esse sintoma é geralmente tensa e ansiosa.

O que fazer para evitar:

Para prevenir o surgimento do ataque de pânico, existem algumas dicas que podem ser uteis como:

  • Evitar o estresse ou ambientes que causem estresse e ansiedade;
  • Sempre que possível sair na companhia de alguém com quem se sente seguro e confortável;
  • Evite locais com muitas pessoas como shows, teatros ou transportes públicos por exemplo.
  • Evitar o consumo de bebidas que estimulem o sistema nervoso como cafeína, chá verde, preto ou mate, bebidas alcoólicas ou energéticas.
  • Evitar atividades que aumentem a ansiedade como assistir a um filme de suspense ou de terror por exemplo;
  • Praticar atividades que ensinem a relaxar como yoga ou pilates por exemplo.

Além disso, para o controle o mais importante é tentar afastar a ideia de que vai sentir medo ou pânico, pois é a presença destes pensamentos a principal razão que leva ao aumento da ansiedade e ao surgimento dos ataques.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

3 comentários

  • […] o Pânico nas Crianças são uma forma natural e fácil de acalmar os pequeninos. Além disso, os ataques de Pânico nas Crianças na infância impõem medo à toda a família pois ninguém gosta de ver […]

  • […] é um distúrbio caracterizado por múltiplas e inesperadas crises de pânico ao longo da vida. Um ataque de pânico é um evento que provoca intenso medo, surge de forma súbita e, habitualmente, não […]

  • […] a exposição direta à prata pode evitar a ocorrência de doenças na pele. Usar roupas protetoras é importante para pessoas com […]

Deixe um comentário