Vertigem – O que é, Causas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Vertigem – O que é, Causas e Tratamentos
4 (80%) 2 vote[s]

Vertigem – O que é, Causas e Tratamentos que não devem ser ignorados. Além disso, A Vertigem ocorre graças a uma alteração temporária no aparelho auditivo (inflamação ou irritação), alteração na pressão dos líquidos que se encontram no ouvido interno. Um caso em que ocorrem vertigens é quando uma pessoa tem medo de alturas, ficando com tonturas.

Neste caso a Vertigem tem origem psicológica, mas apesar disso alguns médicos indicam que estes casos devem ser qualificados como tontura e não como Vertigem. Então, confira sobre Vertigem – O que é, Causas e Tratamentos:

O que é Vertigem?

Nos termos médicos, a Vertigem é um tipo específico de tontura no qual se tem a sensação de que você ou o ambiente está se movendo ou girando, mesmo que não haja movimento. Portanto, Vertigem não significa medo de altura como muito se pensa, o termo acrofobia é o que deve ser utilizado nesse caso.

A Vertigem, desse modo, não é associada ao termo médico “pré-síncope”, que é na verdade uma sensação de quase desmaio, normalmente resultado da baixa pressão arterial. O desequilíbrio comumente observado em pessoas mais velhas também não está relacionado à Vertigem, já que as causas desse geralmente se devem a uma instabilidade devido à fraqueza.

Sintomas da Vertigem:

Os episódios de Vertigem podem ter duração bastante variada. Alguns podem levar minutos, outros até mesmo horas.

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Cefaleia;
  • Tontura;
  • Perda de equilíbrio;
  • Sensação de que tudo gira;
  • Fala pastosa;
  • Visão dupla;
  • Movimentos descoordenados;
  • fraqueza.

Diante destes sinais é importante consultar um médico. É preciso excluir doenças graves que poderiam estar causando tais sintomas e determinar o tratamento mais adequado para cada caso. O tratamento pode ajudar bastante na melhora da qualidade de vida, entretanto, não se deve hesitar em buscar por ajuda.

Prevenção da Vertigem:

Muitas são as causas que podem levar à Vertigem. Por exemplo, infecções virais e bacterianas podem ser prevenidas com hábitos de vida saudáveis. Lavar sempre bem as mãos antes de comer, lavar os alimentos antes de ingeri-los e tomar somente água filtrada. Uma dieta balanceada ajuda a manter o organismo forte e protegido desta e de diversas outras complicações.

Pessoas que possuem o ouvido sensível precisam evitar viagens muito longas ou se preparar devidamente para estas. Alguns fármacos podem ser ingeridos e a atenção precisa ser redobrada. Traumas também podem provocar Vertigem, assim como a presença de toxinas. É necessário tomar cuidado com a saúde.

Exames de rotina precisam ser realizados e um médico deve ser consultado frequentemente. Indivíduos que sofrem da condição podem aprender a lidar com as crises como, por exemplo, evitando ficar em pé abruptamente ou evitando situações de muito movimento.

Tratamento da Vertigem:

O tratamento da Vertigem vai depender basicamente de sua causa e de sua gravidade. Ao ter um episódio de Vertigem, deite-se em um quarto quieto e escurecido, isso pode reduzir a tontura e a sensação de desconforto. Uma dica é tentar evitar as situações de estresse que lhe deixam ansioso, se isso ocorrer talvez seja necessário o uso de medicamentos.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *