Doenças e Tratamentos

Tricotilomania – o que é, causas, sintomas e tratamentos!

tricotilomania

A tricotilomania é o impulso urgente e irreprimível da pessoa arrancar o próprio cabelo ou pelos, seja do couro cabeludo, sobrancelhas ou outras partes do corpo. É um tipo de transtorno compulsivo, como o transtorno obsessivo compulsivo (TOC).

A pessoa sabe que o que está fazendo não é certo, mas não consegue se controlar e continua puxando e arrancando fios de cabelo. Além disso, em algumas pessoas a tricotilomania é algo simples e que ela consegue controlar. Outras têm um impulso tão forte que chegam a ficar com regiões sem cabelos e precisam esconder o problema.

tricotilomania o que e, causas, sintomas e tratamentos
tricotilomania o que é, causas, sintomas e tratamentos

O que é tricotilomania?

é uma desordem de controle de impulso, que se apresenta como um forte desejo de puxar ou torcer o seu próprio cabelo. O cabelo pode ser de várias partes do seu corpo, incluindo o couro cabeludo, face, braços, pernas, sobrancelhas, cílios, e áreas pubiana.

Mais mulheres do que homens são afetados por esta desordem. As tricotilomanias é considerada como fazendo parte de uma família de “comportamentos repetitivos focados no corpo”.

Causas de tricotilomania:

A causa da tricotilomania é essencialmente desconhecida. Além disso, pensa-se ser uma doença neuro-biológica que pode ter uma ligação genética ou ambiental. Pensa-se que as pessoas com tricotilomania vão puxar seu cabelo como um mecanismo de enfrentamento para o estresse.

Sintomas de tricotilomania:

Entre os sintomas das Tricotilomanias, os mais comuns são:

  • Puxar repetidamente fios do couro cabeludo, sobrancelhas ou cílios, entre outras áreas do corpo;
  • Sentir um aumento das tensões antes de puxar o cabelo ou ao tentar resistir à vontade de puxar;
  • Sentir prazer ou alívio ao arrancar um fio de cabelo;
  • Áreas com menos fios de cabelos ou mesmo sem nenhum;
  • Ter preferência por fios específicos ou rituais ao puxar os cabelos;
  • Mastigar, morder, engolir ou enrolar os fios arrancados.

É comum que pessoas com tricotilomania também tenham outros comportamentos compulsivos, como roer unhas, mastigar os lábios ou mesmo machucar a própria pele. Além disso, muitos pacientes com tricotilomania tendem a esconder as falhas no cabelo, cílios e sobrancelhas e a puxarem o cabelo apenas quando estão sozinhas.

Tratamentos:

O principal tratamento para a tricotilomania é um tipo de terapia comportamental chamada de treinamento de reversão de hábito (thr). Além disso, basicamente, isto significa substituir um mau hábito por outra coisa que não é prejudicial.

Com esta abordagem, as pessoas com tricotilomania primeiro aprendem a identificar quando e onde elas têm a vontade de puxar cabelo. Além disso, eles também aprendem a relaxar e fazer outra coisa, que não vai machucá-los, como uma forma de ajudar a aliviar a tensão quando sentem a vontade de puxar seu cabelo.

Pode ser tão simples como fazer um punho com a mão que usaria para puxar o cabelo. Além disso, a terapia também pode tratar pensamentos inúteis que poderiam ser adicionados ao estresse que desencadeia o comportamento.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário