Deficiência de Iodo – Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Cura Natural

Deficiência de Iodo – Causas, Sintomas e Tratamentos
4.8 (95.79%) 19 vote[s]

Deficiência de Iodo – Causas, Sintomas e Tratamentos nesse artigo você vai tirar todas suas dúvidas sobre essa deficiência. Além disso, o iodo é um mineral que é vital para o fabrico de hormonas da tireoide. Uma quantidade adequada de iodo é obrigatório para garantir o metabolismo adequado, um sistema imunitário saudável, e saúde geral ideal do corpo.

Além da glândula tireoide, as glândulas cérebro, próstata e sudoríparas também servir como armazéns para este elemento químico. As mulheres grávidas precisam de níveis mais elevados de iodo em seus corpos para o desenvolvimento normal do cérebro e de assegurar uma dissuasão da marcha e outras anormalidades de crescimento do feto.

A deficiência grave de iodo pode causar certas complicações durante a gravidez ou pode mesmo resultar em aborto ou natimorto. Uma vez que o iodo não é fabricado no interior do corpo, ele tem de ser absorvido a partir de fontes externas.

Frutos do mar, algas, carnes, produtos lácteos, ovos e pães são algumas das valiosas fontes deste mineral. A deficiência de iodo é raramente observada na Índia urbana, uma vez que o sal que é consumido aqui é muitas vezes iodado. Infelizmente, em zonas rurais uma certa percentagem da população ainda sofre de uma deficiência de iodo.

Causas da Deficiência de Iodo:

Uma dieta que é pobre em frutas e verduras é um precursor para uma variedade de doenças causadas pela deficiência de iodo. O consumo de produtos alimentares naturais ou ingestão de suplementos dietéticos podem superar um défice de iodo, se houver. Algumas das outras razões para a deficiência de iodo são:

  • Uso de sal não iodado na dieta diária;
  • Consumo de produtos das áreas onde há uma deficiência de iodo no solo devido a métodos de cultivo pobres ou a erosão do solo;
  • Consumo de produtos a partir de culturas cultivadas em áreas montanhosas ou oceânicas onde o solo tem naturalmente de baixo teor de iodo;
  • A exposição a produtos químicos tóxicos;
  • A exposição ao cloro;
  • Escovando os dentes com creme dental que contenha flúor.

Sintomas da Deficiência de Iodo:

  • Constipação;
  • Depressão;
  • Queda de cabelo e quebradiços unhas;
  • Fadiga;
  • Mudanças de humor extremas e irracionais;
  • Pele seca;
  • Bócio;
  • Aumento da sensibilidade ao frio;
  • Dor no peito e palpitações;
  • Problemas respiratórios;
  • Os baixos níveis de alerta;
  • Irregularidades no ciclo menstrual;
  • Fraqueza excessiva;
  • Ganho de peso repentino.

Fontes de Iodo:

O iodo está naturalmente presente no solo e na água do mar, a sua disponibilidade depende de cada região do mundo. Alimentos ricos em iodo são:

  • Queijos e leites são exemplos;
  • Cebola, alho, beterraba, acelga, espinafre, pepino, vagem e agrião. Vale lembrar que os vegetais do mar são muito rico em iodo.
  • Camarão, bacalhau, mexilhão, salmão e linguado. (O camarão e o bacalhau fornecem a metade da quantidade ideal de iodo);
    Carne;
  • Arroz, trigo, centeio. Um exemplo é a farinha de milho que oferece 80 mg em 100 gramas desse alimento;
  • Ovos;
  • Suplementos multivitamínicos.

O que Pode Causar a Deficiência de Iodo:

O iodo é adicionado ao sal de cozinha no Brasil desde 1953, como medida para acabar com o bócio endêmico. Esta doença se caracteriza pelo aumento do tamanho da glândula tireoide, conhecida como papo ou bócio, e acomete principalmente pessoas que moram nas áreas geográficas em que se verifica a carência de iodo na água e no solo (localidades distantes do mar).

A deficiência do nutriente pode provocar também prejuízo na produção do hormônio tireoidiano (hipotireoidismo). A medida de adição do iodo ao sal é defendida em todo mundo pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e é muito eficaz para combater, além do bócio, o hipotireoidismo na sua forma mais grave, conhecido por cretinismo retardo mental causado pela falta de iodo para o feto durante a gestação.

A falta de iodo também pode trazer outras consequências como abortamentos, aumento mortalidade perinatal, surdo-mudez ao nascimento, diminuição da função mental e retardo do desenvolvimento físico.

Tratamento da Deficiência de Iodo:

Inclua alimentos ricos em iodo em sua dieta diária. Consumir produtos que são cultivadas em solos que têm um elevado teor de iodo. Use sal iodado em sua dieta diária. Se você é incapaz de obter quantidades suficientes de iodo a partir de sua dieta sozinho, você pode precisar de tomar suplementos em consulta com o seu médico.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Byanca Stefany

Sou graduada em Ciências Farmaceuticas pela Universidade Federal do Piaui (UFPI), com pós graduação em Fármaco e Medicamentos pela Universidade de São Paulo (USP) mestrado também pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Tecnologia Bioquímica Farmacêutica e Doutoranda pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Farmácia Fisiopatologista e Toxicologia. Atualmente Trabalho na área de Análise Clinicas, e tambèm atuo no Instituto de Pesquisa de Ciência, tecnologia e Qualidade (ICTQ) e exerço a função de Editor no site "Dicas de Saúde".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *