Doenças e Tratamentos

Câncer de estômago – o que é, causas e tratamentos!

câncer de estômago

O câncer de estômago  é um tumor maligno que pode afetar qualquer parte do órgão e que, geralmente, é iniciado por uma úlcera, que gera sintomas como azia, dor no estômago, perda do apetite e emagrecimento.

cancer de estomago o que e, causas e tratamentos
câncer de estômago o que é, causas e tratamentos

Porém, na maioria dos casos o câncer se desenvolve sem causar qualquer tipo de sintoma óbvio e, por isso, acaba sendo diagnosticado numa fase muito avançada, quando as chances de cura já são baixas.

Causas do câncer de estômago:

Como com quase todos os tumores, as causas do câncer de estômago não são inteiramente conhecidas. No entanto, sabe-se de alguns fatores que aumentam a incidência desse tipo de câncer, são eles:

  • História familiar de câncer (principalmente de estômago) ou de pólipo gástrico.
  • Gastrite atrófica ou anemia perniciosa.
  • Infecção pela bactéria Helicobacter pylori (bactéria que também pode causar úlceras gástricas).
  • Tabagismo. Certos tipos de carnes, especialmente carnes salgadas, parecem aumentar o risco. Além disso, em compensação, frutas cítricas, verduras e leite parecem atuar como fatores de proteção.

Sintomas do câncer de estômago:

Os principais sinais e sintomas do câncer de estômago são:

No entanto, faz-se necessário certo cuidado na observação desses sintomas porque, isoladamente, eles podem aparecer também em outras afecções e, se forem negligenciados, eles permitirão ao câncer crescer muito sem ser diagnosticado. Além disso, outros sintomas podem ainda aparecer em estágios avançados da doença (caquexia, icterícia, dor à palpação do estômago).

Fatores de risco do câncer de estômago:

Os médicos apontam alguns fatores como de risco para o desenvolvimento.

  • Alimentar-se por uma dieta rica em alimentos salgados, defumados e em conserva;
  • Ter uma dieta pobre em frutas e legumes;
  • Comer alimentos contaminados;
  • Ter histórico familiar;
  • Ter uma infecção por Helicobacter pylori;
  • Sofrer de uma inflamação do estômago a longo prazo;
  • Ter anemia perniciosa;
  • Ser fumante;
  • Apresentar pólipos do estômago.

Tratamento de câncer de estômago:

As opções de tratamento disponíveis dependem do estágio da doença. Além disso, a cirurgia é, geralmente, o meio mais utilizado para curar o paciente. Além disso, se você estiver com diagnóstico positivo converse com seu médico sobre a melhor opção de procedimento cirúrgico.

Sessões de quimioterapia e radioterapia também podem ajudar. Além disso, elas podem ser feitas também após ou antes da cirurgia, aumentando as possibilidades de cura do paciente. Além disso, o médico também poderá descrever alguns medicamentos que agem sobre algumas células tumorais específicas.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

9 comentários

  • […] Normalmente é administrado como um gel tópico, parto transdérmico ou por injeção. As formas orais de testosterona não são utilizadas devido ao alto risco de efeitos colaterais, tais como dor de estômago. […]

  • […] Câncer de Fígado – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos que muitos desconhecem. Além disso, o Câncer de Fígado é um câncer que começa nas células do fígado. Seu fígado é um órgão de tamanho de futebol que fica na parte superior direita do seu abdômen, abaixo do seu diafragma e acima do estômago. […]

  • […] condição. Além disso, a Acidez Estomacal é uma ferida que se forma no tecido que reveste o estômago, causada por diversos fatores, como má alimentação ou infecção pela bactéria H. Pylori, por […]

  • […] é uma condição que afeta o movimento espontâneo normal dos músculos (motilidade) no estômago. Normalmente, fortes contrações musculares propulsam alimentos através do seu aparelho […]

  • […] Em casos graves, as bolhas podem ocorrer dentro do corpo, como o revestimento da boca ou do estômago. A maioria dos tipos de Epidermólise Bolhosa são […]

  • […] os cânceres femininos, o mioma e o leiomioma do útero são as doenças ginecológicas benignas mais frequente, […]

  • […] semelhante a um carcinoma de células renais (CCR). Ao contrário de um CCR, um oncocitoma não é câncer. A maioria dos casos não apresenta recorrência ou mortalidade, e muitos não são acompanhados de […]

  • […] Náuseas ou dores de estômago; […]

  • […] são outros tipos de técnicas térmicas usadas para tratar vasos sanguíneos anormais no estômago, intestino delgado e […]

Deixe um comentário