Os 8 Remédios Caseiros Para Reduzir o Inchaço Abdominal

Os 8 Remédios Caseiros Para Reduzir o Inchaço Abdominal!

Revisado por

Dermatologia Graduada pela Unicamp

Especialista do Cura Natural

Os 8 Remédios Caseiros Para Reduzir o Inchaço Abdominal que são bastante eficazes. Além disso, o inchaço abdominal é uma condição em que o estômago se sente cheio e apertado devido ao acúmulo de gás no intestino delgado. Isso faz com que a área do estômago fique inchada.

Reduzir o Inchaço AbdominalExistem vários fatores que causam inchaço abdominal, como constipação, úlceras pépticas, anorexia, ansiedade, tabagismo, retenção de água, ar, excesso, síndrome pré-menstrual, menopausa ou síndrome do intestino irritável. Então, veja Os 8 Remédios Caseiros Para Reduzir o Inchaço Abdominal.

Sementes de Erva Doce:

As sementes de Erva doce é uma boa opção de remédios caseiros para reduzir o inchaço Abdominal. Além disso, as sementes de Erva doce são muito eficazes graças às suas propriedades diuréticas, carminativas e antimicrobianas.

As sementes de Erva doce ajudam no alívio do inchaço, relaxando os espasmos musculares no trato digestivo. Mastigue algumas sementes de Erva doce após comer excessivamente.

Adicione uma colher de chá de sementes de Erva doce em um copo de água quente. Cubra e deixe repousar por 5 a 10 minutos. Coe e tome este chá duas ou três vezes por dia.

Hortelã:

A Hortelã é um dos melhores remédios caseiros para reduzir o inchaço Abdominal, pois contém óleo de mentol, que tem um efeito antiespasmódico no músculo liso do aparelho digestivo. Isso ajuda no alívio dos espasmos, alivia flatulência e ajuda na passagem do alimento mais rapidamente pelo estômago.

Mastigue as folhas de Hortelã fresca para aliviar o inchaço. Tome duas ou três xícaras de chá de hortelã por dia.

Gengibre:

Esta é uma boa alternativa de remédios caseiros para reduzir o inchaço Abdominal. Os compostos de Gengibre ajudam na diminuição da inflamação intestinal e relaxamento dos músculos do estômago.

Coloque cinco ou seis fatias finas de Gengibre em uma xícara e despeje em água fervente. Cubra o copo e deixe descansando por 10 minutos. Adicione o suco de mel e limão. Você pode beber este chá até 3 vezes ao dia.

Outra opção é comer uma colher de chá de gengibre ralado fresco antes das refeições.

Chá de Camomila:

O Chá de Camomila possui propriedades anti-inflamatórias e antiespasmódicas que ajudam no alívio da dor e azia.

Beba chá de camomila duas ou três vezes por dia.

Alcaravia:

Este é um dos melhores remédios caseiros para reduzir o inchaço Abdominal. Tem efeitos antiespasmódicos, propriedades antimicrobianas e carminativas. Isso ajuda no alívio dos tecidos musculares lisos do trato digestivo e promove a expulsão de gás para aliviar o inchaço quase que imediatamente.

Reduzir o Inchaço Abdominal

Caso sofra de inchaço frequente, mastigue uma pitada de sementes de alcaravia várias vezes ao dia.

Caso o sabor seja muito forte para você, você pode tomar um chá de alcaravia.

Anis:

O anis auxilia no relaxamento do trato digestivo, facilita a expulsão de gás e reduz o inchaço. Tome chá de anis para reduzir o desconforto no estômago.

Banana:

A banana ajuda na redução do inchaço e o gás associado à constipação. Além disso, o Potássio contido nas bananas ajuda na regulagem dos níveis de líquido no corpo e alivia o inchaço.

Coma bananas regularmente.

Água Quente com Limão:

Sem sombra de duvidas, esta é a melhor opção de remédios caseiros para reduzir o inchaço Abdominal. Beber água quente ajuda na eliminação das toxinas nocivas do corpo e mantém o corpo hidratado.

O Suco de Limão ajuda no melhoramento da digestão, quando a mistura de água e limão são muito eficazes no alívio de gás, constipação e inchaço.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Wanessa Mattos

Drª. Wanessa Matos
Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *