Início » Dicas de Saúde » 4 causas comuns da vaginite atrófica!

4 causas comuns da vaginite atrófica!

causas comuns da vaginite atrófica

As causas comuns da vaginite atrófica, pois essa é uma condição bastante comum que afeta muitas mulheres, na maioria das vezes após a menopausa. Além disso, a atrofia vaginal é uma condição na qual as paredes vaginais se tornam finas, secas e inflamadas devido à redução da quantidade de estrogênio no corpo.

Geralmente afeta mulheres pós menopausa. A condição não apenas torna as relações sexuais dolorosas para as mulheres, mas elas também experimentam sintomas urinários angustiantes.

De acordo com especialistas, o termo mais preciso para a atrofia deve ser a síndrome geniturinária da menopausa (GSM) devido à natureza interconectada dos sintomas vaginais e urinários dessa condição.

as causas mais comuns da vaginite atrófica
as causas mais comuns da vaginite atrófica

Quais as causas comuns da vaginite atrófica?

1. Menopausa:

Os níveis de hormônio estrogênio é uma das principais causas da vaginite.

2. Tratamentos contra o câncer:

Tratamentos como a quimioterapia, a radiação pélvica. Que suprime os níveis de estrogênio no corpo da mulher também podem levar à vaginite atrófica.

3. Perimenopausa pode ser uma das causas da vaginite:

Bem, não apenas a menopausa, ter a peri-menopausa também pode causar vaginite, pois há queda nos níveis de estrogênio na peri-menopausa também.

5. Menopausa cirúrgica:

A remoção cirúrgica dos ovários devido a doenças. Ou tratamento para algumas outras condições de saúde também pode levar à vaginite.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

1 comentário

  • […] entanto, mesmo que a consulta médica seja muito importante para encontrar a origem da vaginite, também existem alguns remédios caseiros que podem ajudar no tratamento. A preparação desse […]

Comentários fechados

Os comentários desse post foram encerrados.