Dieta e Nutrição Osmar da Costa Junior

As 5 dicas para aumentar o bumbum e dar mais volume

Os exercícios que visam aumentar o bumbum, podem ajudar a reduzir o risco de lesões, aumentar o metabolismo e dar a aparência de um bumbum redondo. Além disso, estamos em um momento em que glúteos volumosos estão na moda e existem inúmeras tendências populares para que aqueles que não gostam de glúteos grandes e chamativos. Felizmente, com uma dieta equilibrada acompanhada de certos exercícios, você pode aumentar suas nádegas de forma natural.

dicas para aumentar o bumbum e dar mais volume

dicas para aumentar o bumbum e dar mais volume

Uma alimentação equilibrada irá manter suas nádegas firmes e invejáveis, sem esquecer da prática de exercício que movimenta todo o corpo. Mas Como Aumentar o Bumbum naturalmente?, existem diferentes opções de alimentos que podem ser inclusos em sua dieta e lhe beneficiar devido suas propriedades.

É possível Aumentar o Bumbum com certos alimentos? Bem, a resposta é sim, com certos alimentos e exercícios é possível aumentar naturalmente a região da nádega.

Dicas para aumentar o bumbum e dar mais volume:

1. Produtos lácteos com baixo teor de gordura:

 Alguns alimentos que permitem aumentar as nádegas naturalmente. É importante incluir em sua dieta para aumentar as nádegas produtos lácteos com baixo teor de gordura para Aumentar o Bumbum. Portanto, inclua leite desnatado, iogurte com baixo teor de gordura e queijos. É importante também que esses queijos sejam desnatados.

2. Ovos:

O segundo alimento a ser incluso na dieta para aumentar as nádegas são os ovos. No entanto, muitos especialistas recomendam o consumo apenas das claras e uma única gema. Esta combinação permitirá que o corpo tenha albumina, que é uma proteína que aumenta a massa muscular, cujo se traduz em Aumentar o Bumbum!

3. Proteínas leicas:

As proteínas leicas, como carnes de frango e peixe sem pele, bem como peitos de vitela e peru, também irão ajudá-lo a aumentar o crescimento de suas nádegas naturalmente. É importante não esquecer da ingestão de frutas e vegetais, além de carboidratos em quantidades limitadas.

4. Produtos integrais:

 Mude o seu pão branco e massas por produtos integrais. Os carboidratos que ajudam a manter uma boa musculatura são: quinoa, arroz integral, flocos de aveia, todo qualquer cereal integral, batata-doce ou batata (mas não em doces) e cuscuz.

5. Exercícios: 

Lembre-se de que sem exercício não verá resultados e você pode até mesmo engordar. Inclua exercícios de resistência e dirigidos a esta área, tais como: agachamentos, dar passadas largas e avanços.

Exercícios para aumentar o bumbum: 

1. Passadas largas: 

exercícios para aumentar o bumbum

exercícios para aumentar o bumbum

Posicione-se com os pés juntos. Certifique-se de seus joelhos estão alinhados com os seus quadris e tornozelos. Mantenha as costas retas, dê um passo para frente flexionando a perna direita e abaixe a perna esquerda que ficou atrás: imagine que você é um gigante e dá um grande passo. Você também pode ver este vídeo e ler este artigo para aprender mais exercícios.

2. Elevação da pélvis: 

elevação da pélvis

elevação da pélvis

Deite-se no chão de costas. Mantenha os braços alinhados ao corpo e os joelhos dobrados na largura dos quadris. Inspire deixando os glúteos relaxados, expire e suba o quadril contraindo bem os glúteos. Mantenha-se nessa posição por alguns segundos e volte para baixo sem apoiar os glúteos no chão.

Obs: Para realmente conseguir bons resultados é necessário que você mantenha uma alimentação equilibrada e saudável. Além disso, para potencializar os resultados, não se esqueça de praticar alguma atividade física. Fazer uma caminhada todos os dias já é um bom começo.

Sobre o autor | Website

Sou formado em medicina pela USP no ano de 2012, com especialização em Clínico Geral. Atuo na área de estudo e orientação inicial de doentes; Coordenação de exames de saúde regular; Diagnóstico e tratamento de grande parte das doenças de adultos; Acompanhamento e tratamento de doentes crônicos; Orientação de pacientes que apresentam quadros complexos, com patologias raras e múltiplas, juntamente com a participação de outros especialistas, quando for necessário; Integração final de dados clínicos e exames complementares, decorrentes da observação dos pacientes por outro especialista. Atualmente sou Clinico Geral residente no Hospital Regional de Cotia e Editor no site "Cura Natural" onde tenho participação com comentários, e criação de artigos relacionados a saúde.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.