Ipê Roxo – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Ipê Roxo – O que é, Benefícios e Como Usar
4.9 (98.75%) 16 vote[s]

Ipê Roxo – O que é, Benefícios e Como Usar para sua saúde. Além disso, existe um remédio herbal chamado de Ipê Roxo que não só reduz a obesidade, mas também diminui o risco de doença cardíaca coronária e também o diabetes tipo 2.

O Ipê Roxo tem uma extensa e bem documentada história de uso medicinal pelas tribos da floresta tropical. Para os índios Tupi e Guarani, elas representam vigor e força.

O Ipê Roxo é uma árvore que é nativa da América Central e do Sul. Na medicina herbal do mundo todo, a casca e madeira desta árvore possuem propriedades, tais como:

  • antibacterianas;
  • adstringentes;
  • anti-inflamatórias;
  • anti parasitária;
  • antivirais;
  • anti-fúngicos;
  • analgésica;
  • anti microbiana;
  • laxante;
  • anti cancerígena;
  • antioxidante.

Todas essas propriedades encontrada no Ipê Roxo são de suma importância para combater e prevenir doenças que podem afetar a saúde do corpo humano.

Em toda o lugar da Amazônia, os extratos de Ipê Roxo têm sido utilizados ​​para tratar: anemia, malária, problemas respiratórios, resfriados, gripe, tosse, reumatismo, artrite, picada de cobram, câncer e furúnculos.

Se você sofre com algum destes sintomas e deseja combate-los, o chá do Ypê Roxo pode ajuda-lo. Então, confira os ingredientes e modo de preparo do Ypê Roxo Para Saúde:

INGREDIENTES:

  • 2 colheres de sopa das cascas da árvore Ypê Roxo;
  • 1 Litro de água.

MODO DE PREPARO:

Deixe cozinhar por aproximadamente 5 minutos depois da água já ter fervido. Depois, desligue o fogo e deixe repousar em um recipiente fechado por aproximadamente 10 minutos. Coe o chá antes de consumir. Indicamos tomar 2 a 3 xícaras do chá por dia.

Efeitos Colaterais do Ypê Roxo:

O Ipê Roxo pode causar efeitos secundários, tais como: náuseas, tonturas e diarreia. Além disso, grandes quantidades da erva pode ser tóxica e produzir alguns efeitos colaterais potencialmente graves.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *