Buchinha do Norte – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Buchinha do Norte – O que é, Benefícios e Como Usar
4.7 (94.79%) 73 vote[s]

Buchinha do Norte – O que é, Benefícios e Como Usar esta planta. Além disso, a Buchinha do Norte é rica em propriedades que favorecem a saúde do corpo humano. Essa planta possui flores amarelas e pequenas, campanuladas e axilares. Suas sementes são longas, lisas, com margens regulares e sem alas. Já os frutos da buchinha são ovoides, flácidos, pequenos, crespos e com tímidas nervuras ou saliências espinescentes e seriadas.

buchinha do norte

Essa planta é também conhecida, entre outros nomes, como cabacinha, bucha-dos-paulistas, puga-de-joão-pais, abobrinha-do-mato, abobrinha-do-norte, purga-de-bucha, bucha-dos-caçador, purga-de-bicho, endoço, purga-de-falope, capa-de-bode e buchinha-do-nordeste.

Entretanto, um dos efeitos mais comentados e discutidos da bucha do norte (cujo nome científico é Luffa operculata) é sua ação abortiva. Acredita-se que a ingestão do chá de Buchinha do Norte pode provocar o aborto.

Propriedades da Buchinha do Norte:

A Buchinha do Norte possui ação anti-herpética, adstringente, antisséptica, expectorante e vermífuga. As indicações de uso da planta incluem o tratamento de rinite, sinusite, bronquite, nariz entupido, amenorreia, inflamações genito-urinárias e oftálmicas, feridas, ascite, dor de cabeça e herpes. Então, confira agora Benefícios da Buchinha do Norte:

Benefícios da Buchinha do Norte:

  • A ação anti-herpética da buchinha pode ajudar a amenizar os sintomas da herpes. Nesse caso, deve se utilizar o preparo para lavar as feridas.
  • A inalação feita com bucha do norte torna as secreções mais fluídas e provoca sua drenagem das fossas nasais, rinofaringe e seios paranasais. Ela ainda ajuda a mucosa do nariz a se restaurar.

Outras condições de saúde também podem ser tratadas com a Buchinha do Norte, como:

  • Amenorréia,
  • Feridas,
  • Hidropisia,
  • Clorose,
  • Hematomas,
  • Ameba,
  • Ciste, entre outros.

É importante lembrar que em nenhuma dessas situações o preparo com essa planta pode ser ingerido. O fruto também é indicado como forte aliado no tratamento de doenças do sistema respiratório, tais como:

  • Sinusite,
  • Rinite,
  • Bronquite,
  • entre outras complicações respiratórias.

Como Usar a Buchinha do Norte?

Deve-se ter cautela para utilizar a Buchinha do Norte, pois a planta é altamente tóxica e o seu uso é exclusivamente externo em inalações. Para inalações em casos de sinusites e rinites, basta seguir os seguintes procedimentos:

  • Coloque uma colher de café de sal em uma xícara de chá de água.
  • Descasque a buchinha e corte um pedaço (1 ou 2 cm) e coloque na xícara de água e sal, deixando em maceração por um período de 5 dias.
  • Após isso, coe e pingue 1 ou 2 gotas na narinas, pela manhã e à noite, sem assoar o nariz, deixando escorrer naturalmente.

Outra Alternativa:

  • Divida a buchinha em 4 partes, coloque uma dessas partes de molho em água mineral durante uma noite e, no dia seguinte, pingue essa água nas narinas, duas vezes ao dia, inspirando bem.

beneficios da buchinha do norte

Contraindicações da Buchinha do Norte:

Quando usada em excesso e sem orientação médica, a Buchinha pode provocar irritação na mucosa e hemorragias. A Buchinha do Norte é contraindicada para mulheres grávidas e no uso interno.

É importante ressaltar, também, que os frutos da Buchinha do Norte devem ser utilizados sem ferver, pois possuem substâncias que podem provocar hemorragias nasais. Lembre-se da importância de consultar um médico antes de iniciar qualquer tratamento!

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *