Os 10 Benefícios da Beterraba Para Saúde dos Diabéticos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Os 10 Benefícios da Beterraba Para Saúde dos Diabéticos
4.9 (97.54%) 65 votes

Os Benefícios da Beterraba Para Saúde dos Diabéticos que poucos conhecem. Além disso, a Beterraba é uma raiz comestível com pele vermelha escura. A Beterraba é incluída na lista de superalimento devido sua capacidade benéfica, além de proporcionar-lhe diversos nutrientes, ela também pode auxiliar no tratamento de várias doenças, como febre, problema digestivo e problemas de pele.

Embora as Beterrabas tenham seu sabor doce, seu consumo é seguro para os diabéticos. Conheça agora, Os 10 Benefícios da Beterraba Para Saúde dos Diabéticos:

Nível de Açúcar no Sangue:

Todos os alimentos que contém açúcar têm seu índice glicêmico, e um índice glicêmico inferior é perfeito para os diabéticos. Isto porque um baixo índice glicêmico reduzirá o risco de aumentar o nível de açúcar no sangue.

Cada alimento com sabor adocicado também possui alto índice glicêmico? A resposta é não. É sabido que a Beterraba tem um sabor doce e terroso. No entanto, o índice glicêmico das Beterrabas são considerado médio, isso significa que o consumo de Beterraba não aumentará imediatamente o açúcar no sangue.

Controla a Pressão Arterial:

A maioria dos pacientes diabéticos tem problema de hipertensão, e claro, isso piora o estado de saúde do paciente. Mas, a Beterraba é conhecida por ser capaz de baixar a pressão sanguínea.

Um estudo revelou que beber suco de Beterraba é capaz de reduzir significativamente a pressão sanguínea. Desta forma, esse é um dos Benefícios da Beterraba Para Saúde dos Diabéticos.

Benefício da Beterraba Contra os Cálculos Renais:

É comum que os diabéticos tenham problemas de complicações nos rins. A Beterraba contem algumas substâncias que são capazes de inibir a formação de cálculos renais.

Impulsiona a Circulação Sanguínea:

A fibra dietética e os micronutrientes presente na Beterraba permitem que nosso corpo melhore a circulação sanguínea. Desta forma, ele permite ao organismo produzir menos insulina para metabolizar os alimentos em nutrientes e regular o açúcar no sangue.

Além de ser benéfico para o açúcar no sangue, a circulação sanguínea melhorada também é perfeita para o cérebro.

Alto Teor de Potássio:

Com base em um estudo, o baixo nível de potássio pode contribuir para o alto risco de diabetes. A Beterraba contém alto teor de potássio. Portanto, o consumo de Beterraba será benéfico para pessoas com diabetes, particularmente para diabéticos tipo 2.

Fonte de Fibra:

A fibra dietética é muito boa para a nossa saúde, o alto nível de fibra na Beterraba também oferece benefícios surpreendentes para os diabéticos. Um alimento rico em fibras geralmente contém calorias.

Além disso, a fibra é incrivelmente capaz de enviar sinal para o nosso corpo. Isto faz com que a Beterraba seja mais sensível à insulina e diminua a criação de glicose no fígado.

Benefício da Beterraba Para Saúde do Fígado:

Além de controlar a produção de glicose no fígado, a fibra dietética presente na Beterraba também é capaz de torna-lo mais saciado após o consumo.

Isso nos tornará menos propenso à comida. Como sabemos, os diabéticos devem controlar rigorosamente o consumo de carboidratos, pois pode aumentar o nível de açúcar no sangue.

Fonte de Magnésio:

O magnésio presente na Beterraba é capaz de fazer muitas coisas por nós. É capaz de manter o músculo, manter o sistema nervoso funcionando corretamente, regular a pressão sanguínea e prevenir ataques cardíacos.

Fonte de Selênio:

O selênio é um micronutriente que atua como antioxidante, ele é muito útil para combater muitas doenças.

O alto nível de selênio encontrado na Beterraba é capaz de reduzir o risco de diabetes tipo 2, e a redução do risco de diabetes relacionado ao nível de selênio é de cerca de 25%.

Benefício da Beterraba Para Saúde dos Nervos:

A diabetes é capaz de causar dano nervoso. Neste caso, a Beterraba é capaz de fornecer antioxidantes que auxilia os diabéticos na diminuição dos danos nos nervos.

Os sintomas do dano nervoso geralmente vêm sob forma de dor e dormência nas mãos e nos pés.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *