Refluxo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Refluxo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
5 (100%) 4 votes

Refluxo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso. O Refluxo mais conhecido como Refluxo gastroesofágico é uma condição na qual o conteúdo do estômago (comida ou líquido) vaza do estômago para o esôfago (o tubo que liga a boca ao estômago). Esta ação pode irritar o esôfago, causando azia e outros sintomas.

causas do refluxo

Esta condição ocorre em razão de uma falha no esfíncter esofágico inferior, também conhecido como esfíncter cárdico, que funciona como uma válvula, não deixando que o bolo alimentar que está no estômago retorne para o esôfago.

O que é Refluxo?

A doença do Refluxo é uma doença digestiva em que os ácidos presentes dentro do estômago voltam pelo esôfago ao invés de seguir o fluxo normal da digestão. Esse movimento é conhecido como Refluxo e irrita os tecidos que revestem o esôfago, causando os sintomas.

Causas do Refluxo:

Quando uma pessoa come, a comida passa da garganta para o estômago através do esôfago. Uma vez que a comida está no estômago, um anel de fibras musculares impede que o alimento se mova para trás, em direção ao esôfago. Essas fibras musculares são chamadas de esfíncter esofágico inferior.

Se o esfíncter não fechar bem, tudo o que a pessoa comeu, bebeu e até mesmo o suco gástrico usado na digestão pode vazar de volta para o esôfago. Isso é chamado de Refluxos. Esta doença pode causar irritação na parede do esôfago, gerando os sintomas característicos da doença.

Sintomas do Refluxo:

Os sintomas do Refluxo podem incluir:

  • Dor aguda (repentina) ou tipo queimadura no meio do peito (retrosternal), também conhecida por azia ou pirose. Este é o sintoma mais comum de DRGE e pode agravar-se com a ingestão de alimentos;
  • Sensação de aperto no peito ou na parte de cima da barriga (“estômago”);
  • Regurgitação, isto é, fluidos do estômago para a boca;
  • Náuseas;
  • Sabor recorrente ácido ou amargo na boca;
  • Dificuldade em deglutir (“engolir em seco”);
  • Rouquidão, especialmente de manhã;
  • Dores de garganta;
  • Tosse, pieira (“gatinhos”) ou necessidade repetida de aclarar a garganta.

O exame inicial habitualmente pedido para avaliar este tipo de queixas é a endoscopia digestiva alta. Neste exame, o gastrenterologista visualiza diretamente o esôfago, o estômago e a primeira parte do intestino delgado.

Fatores de Risco Para Refluxo:

Alguns fatores são considerados de risco, pois aumentam as chances de uma pessoa apresentar a doença do Refluxo gastroesofágico:

  • Obesidade;
  • Gravidez;
  • Hérnia de Hiato, em que parte do estômago se move acima do diafragma;
  • Tabagismo;
  • Ressecamento bucal;
  • Asma;
  • Diabetes;
  • Atraso no esvaziamento do estômago;
  • Esclerodermia e outros distúrbios do tecido conjuntivo.

refluxo

Tratamentos Para Refluxo:

O tratamento do Refluxo dependerá da gravidade do caso. Em alguns casos, mudanças nos hábitos de vida são suficientes para que haja uma melhora. Em outros casos, o tratamento é feito através de medicamentos que diminuem a quantidade de ácido produzido pelo estômago, melhorando a motilidade do esôfago, em conjunto com uma dieta alimentar, perda de peso e atividades físicas.

Em casos graves, o médico pode optar por um tratamento cirúrgico, em que é feita uma válvula (através de uma dobra ao redor do esôfago), para que, quando cheio, o estômago comprima a parte terminal do esôfago, impedindo a doença de se prolongar.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *