Olhos Vermelhos – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Cura Natural

Olhos Vermelhos – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.6 (91.43%) 7 votes

Olhos Vermelhos – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos nesse artigo, você vai tirar todas suas dúvidas sobre essa doença. Além disso, quase todas as pessoas já passaram pela situação dos olhos ficarem bem vermelhos de tempos em tempos, afetando um ou ambos os olhos.

O olho vermelho é causado por vasos sanguíneos inchados ou dilatados sobre a esclera, a superfície branca externa do olho. Se você acha que seus olhos vermelhos poderiam ser um caso de emergência, você deve procurar auxílio e agendar uma consulta com um oftalmologista.

Olhos vermelhos podem ser acompanhados por dor nos olhos, coceira, secreção ocular, olhos inchados ou distúrbios visuais, tais como visão embaçada. Em outros casos, podem não causar irritação alguma. A vermelhidão dos olhos pode desenvolver ao longo do tempo ou aparecer de repente, particularmente em resposta a alergias ou uma lesão ocular.

O que são Olhos Vermelhos?

Olhos vermelhos é um termo geral usado para descrever esse problema, irritados e avermelhados. Também pode se referir a:

  • Hemorragia subconjuntival, ou a quebra dos vasos sanguíneos na esclera;
  • Blefarite ou inflamação das pálpebras;
  • Chiqueiro , ou um galo vermelho na pálpebra.

Causas dos Olhos Vermelhos:

Uma das causas para a vista vermelha é o cansaço ocular ou vista cansada, habitualmente, no final do dia. O uso de computador, essencialmente de uma forma excessiva, durante várias horas seguidas e sem intervalos provoca cansaço ocular, podendo originar olho vermelho ou avermelhado.

O uso do computador provoca diminuição do pestanejo em cerca de 30% do normal, provocando olho seco que por sua vez provoca agressões nos olhos e consequente vermelhidão. Leia mais detalhes em olho vermelho e seco.

  • Presença de corpo estranho no olho;
  • Abrasão corneana (trauma nas camadas anteriores da córnea);
  • Infeção herpética da córnea (herpes);
  • Úlceras da córnea;
  • Síndrome de Sjögren;
  • Ectrópio;
  • Entropia;
  • Episclerite (inflamação da membrana que cobre a parte branca do olho);
  • Febre do feno;
  • Ceratite (inflamação da córnea);
  • Celulite orbitária (infeção grave dos tecidos ao redor dos olhos, provocando manchas vermelhas ao redor dos olhos);
  • Esclerite (inflamação da parte branca do olho);
  • Hordéolo (nódulo doloroso vermelho com pús no bordo da pálpebra);
  • Hemorragia subconjuntival.

Sintomas dos Olhos Vermelhos:

Habitualmente, os olhos vermelhos podem ser acompanhados de outros sinais e sintomas muito importantes no diagnóstico. Estes sinais e sintomas podem incluir dor nos olhos, ardor ou ardência, irritação, fotofobia ou sensibilidade à luz, lágrimas em excesso ou olhos lacrimejando, febre, pús ou remela, edema ou inchaço, entre outros.

Se para além de olhos vermelhos apresenta outros sinais e sintomas como uma forte dor nos olhos, enjoo, náuseas ou vómitos, entre outros, consulte com urgência um oftalmologista, pois pode tratar-se de um problema grave que necessite de tratamento urgente.

Tratamento dos Olhos Vermelhos:

Por exemplo, se a causa for a conjuntivite bacteriana, o tratamento será à base de antibióticos tópicos. Se houver conjuntivite vírica, o tratamento será efetuado com anti-inflamatórios (corticóides). Por sua vez, a conjuntivite alérgica é tratada com anti-histamínicos. A síndrome do olho seco, pode ser tratada com colírios, lágrimas artificiais.

Outras causas, podem nem sequer necessitar de qualquer tratamento, como é o caso da hemorragia conjuntival que, normalmente, é auto-limitada, podendo, contudo, ser administrado um corticóide tópico. É também exemplo o olho vermelho por cansaço em que, muitas vezes, o simples repouso pode resolver o problema.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Byanca Stefany

Sou graduada em Ciências Farmaceuticas pela Universidade Federal do Piaui (UFPI), com pós graduação em Fármaco e Medicamentos pela Universidade de São Paulo (USP) mestrado também pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Tecnologia Bioquímica Farmacêutica e Doutoranda pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Farmácia Fisiopatologista e Toxicologia. Atualmente Trabalho na área de Análise Clinicas, e tambèm atuo no Instituto de Pesquisa de Ciência, tecnologia e Qualidade (ICTQ) e exerço a função de Editor no site "Dicas de Saúde".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *