Como Usar o Óleo de Peixe Para Perda de Peso

Como Usar o Óleo de Peixe Para Perda de Peso!

Revisado por

Dermatologia Graduada pela Unicamp

Especialista do Cura Natural

Como Usar o Óleo de Peixe Para Perda de Peso de forma bastante eficaz. Além disso, tirado dos tecidos de peixe como o salmão e a cavala, o óleo de peixe está disponível em cápsulas e forma líquida. É uma ótima fonte de ácidos graxos ômega 3, cuja uma pesquisa associou vários benefícios para a saúde, incluindo melhoramento do colesterol, uma melhor circulação, redução do risco de doença cardíaca e sistema imunológico mais forte, entre muitos outros.

Óleo de Peixe Para Perda de PesoQuando combinados com exercícios regulares e uma dieta saudável e equilibrada, os ácidos graxos ômega 3 também ajudam o corpo na queima de calorias e do excesso de peso. Depois de tomar os suplementos de óleo de peixe por apenas 6 semanas, algumas pessoas já experimentam uma perda de peso notável.

Como o Óleo de Peixe Promove a Perda de Peso?

O óleo de peixe fornece gorduras saudáveis ao corpo, que necessita para funcionar corretamente, mas que não pode produzir por conta própria. Estas gorduras não se transformam em excesso de peso corporal. Em vez disso, seu corpo utiliza-as para construir a camada de lipídios (gordura) externa cujo possui o objetivo de proteger as células.

O óleo de peixe melhora o metabolismo, permitindo que o corpo queime gordura mais rapidamente.

O óleo de peixe também ajuda o corpo na separação da glicose dos carboidratos dietéticos e seu armazenamento como energia para uso posterior. O óleo de peixe ajuda na construção dos músculos.

O óleo de peixe regula a liberação de serotonina, um produto químico que regula o apetite. Tomar suplementos de óleo de peixe após as refeições faz com que se sinta mais saciado ao longo do tempo, permitindo que coma menos.

O óleo de peixe aumenta a sensibilidade à insulina, o que significa que seu corpo será menos propenso a armazenar alimentos como gordura.

Estudos demonstraram que aqueles que trabalham e consomem o óleo de peixe perdem mais peso do que aqueles que fazem o mesmo treino sem tomar o óleo de peixe.

Os ácidos ômega 3 estimulam as enzimas que ajudam na queima de gordura. Combine um regime de óleo de peixe com exercício (45 minutos por dia, 3 dias por semana), e verá um aumento do seu metabolismo e queima de gordura.

A maioria das pessoas verá uma redução na gordura da barriga e uma melhora na saúde da insulina, enquanto consumir uma quantidade mínima de 1,5 g de óleo de peixe por dia.

Como o óleo de peixe melhora o metabolismo, ele reduz o risco de doenças metabólicas. Equilibre adequadamente o consumo de ômega 6 e ômega 6. Este equilíbrio afeta o quão bem a sua forma de queimar calorias enquanto descansa.

Ômega 6 e ômega 6 são gorduras poli-insaturadas, que são boas para o corpo. Elas podem reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL), assim como podem protegem o coração e sistema imunológico e diminuir a inflamação.

Um estudo publicado no jornal americano de nutrição descobriu que as pessoas com excesso de peso e obesidade que consumiam 15 gramas de EPA e DHA por dia perderam peso, mas a quantidade de peso perdida não foi significativamente maior que a quantidade perdida por aqueles que tomaram placebos.

Dosagem de Suplemento de Óleo de Peixe Para Perda de Peso:

A dose recomendada do óleo de peixe é de 6 gramas por dia e a maioria das pílulas de suplemento contém 1000 mg. Desta forma, para melhores resultados de perda de peso, comece com 6 cápsulas por dia e aumente gradualmente dependendo de seus resultados e metas de perda de peso.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Wanessa Mattos

Drª. Wanessa Matos
Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *