Cisto de Gânglio – Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Cisto de Gânglio – Causas, Sintomas e Tratamentos
4.7 (93.33%) 6 votes

Cisto de Gânglio – Causas, Sintomas e Tratamentos que todos devemos saber. Além disso, o Cisto de Gânglio é grumos não cancerosos que mais comumente se desenvolvem ao longo dos tendões ou articulações de seus pulsos ou mãos. Eles também podem ocorrer nos tornozelos e nos pés. Os Cisto de Gânglio são normalmente redondos ou ovais e são preenchidos com um fluido gelatinoso.

Os pequenos Cisto de Gânglio podem ser de tamanho de ervilha, enquanto os maiores podem ter cerca de 2,5 centímetros de diâmetro. Os cistos de gânglios podem ser dolorosos se pressionarem um nervo próximo. Sua localização às vezes pode interferir no movimento das articulações.

Se o seu Cisto de Gânglio está causando problemas, seu médico pode sugerir tentar drenar o cisto com uma agulha. A remoção do quisto cirurgicamente também é uma opção. Mas se você não tem sintomas, nenhum tratamento é necessário. Em muitos casos, os cistos desaparecem por conta própria.

Causas do Cisto de Gânglio:

Ninguém sabe exatamente o que faz com que um Cisto de Gânglio se desenvolva. Ele cresce fora de uma articulação ou o revestimento de um tendão, parecendo um balão de água minúsculo em uma haste, e parece ocorrer quando o tecido que envolve uma articulação ou um tendão se abaixa fora do lugar. Dentro do Cisto de Gânglio é um fluido lubrificante grosso semelhante ao encontrado nas articulações ou em torno dos tendões.

Fatores de Risco: 

Fatores que podem aumentar seu risco de Cisto de Gânglio incluem:

  • Seu sexo e idade: Os cistos de ganglionites podem se desenvolver em qualquer pessoa, mas geralmente ocorrem em mulheres entre 20 e 40 anos.
  • Osteoartrite: As pessoas que usam artrite de desgaste nas articulações dos dedos mais próximas das unhas estão em maior risco de desenvolver quistos ganglionares perto dessas articulações.
  • Lesão articular ou tendão: As articulações ou os tendões que foram feridos no passado são mais propensos a desenvolver cistos ganglionares.

Sintomas do Cisto de Gânglio:

Os caroços associados aos cistos ganglionares podem ser caracterizados por:

Localização: Os cistos de gânglio geralmente se desenvolvem ao longo dos tendões ou juntas de seus pulsos ou mãos. Os próximos locais mais comuns são os tornozelos e os pés. Estes cistos também podem ocorrer perto de outras articulações.

Forma e Tamanho: Os Cisto de Gânglio são redondos ou oval e geralmente medem menos de 2,5 cm de diâmetro. Alguns são tão pequenos que não podem ser sentidos. O tamanho de um cisto pode flutuar, muitas vezes aumentando quando você usa essa articulação para movimentos repetitivos.

Dor: Os Cisto de Gânglio geralmente são indolores. Mas se um cisto pressiona um nervo – mesmo que o cisto seja muito pequeno para formar um nódulo visível – pode causar dor, formigamento, dormência ou fraqueza muscular.

Quando consultar um médico:

Consulte o seu médico se você tiver um nódulo ou dor no seu pulso, mão, tornozelo ou pé. Ele ou ela podem fazer um diagnóstico e determinar se você precisa de tratamento.

Tratamento do Cisto de Gânglio:

Os cistos ganglionares são frequentemente indolores, não requerendo tratamento. O seu médico pode sugerir uma abordagem de relógio e espera. Se o Cisto de Gânglio está causando dor ou interferindo no movimento das articulações, seu médico pode recomendar:

Imobilização: Como a atividade pode fazer com que o cisto ganglionar se torne maior, pode ajudar a imobilizar temporariamente a área com uma cinta ou uma tala. À medida que o Cisto de Gânglio encolhe, pode liberar a pressão sobre os nervos, aliviando a dor. Evite o uso prolongado de uma cinta ou tala, o que pode fazer com que os músculos próximos se enfraquecem.

Aspiração: Neste procedimento, seu médico usa uma agulha para drenar o líquido do Cisto de Gânglio. O cisto pode se repetir.

Cirurgia: Esta pode ser uma opção se outras abordagens não funcionaram. Durante este procedimento, o médico remove o Cisto de Gânglio e a haste que o anexa à articulação ou ao tendão. Raramente, a cirurgia pode ferir os nervos circundantes, vasos sanguíneos ou tendões. E o cisto pode se repetir, mesmo após a cirurgia.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *