Alcalose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Alcalose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.5 (90%) 2 vote[s]

Alcalose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, a Alcalose respiratória é caracterizada pela falta de dióxido de carbono no sangue, também conhecido como CO2, fazendo com que este se torne menos ácido que o normal, com um pH acima de 7,45.

alcalose

Essa falta de dióxido de carbono pode ser causada por vários fatores, como por uma respiração mais rápida e profunda do que a normal, o que pode surgir em períodos de ansiedade, estresse, alterações psicológicas, ou também devido a uma doença que provoque uma respiração acelerada, como infecções, distúrbios neurológicos, doenças pulmonares ou cardíacas, por exemplo.

O que é Alcalose?

É uma excessiva alcalinidade sanguínea provocada por um excesso de bicarbonato no sangue ou pela perda de ácido no sangue (metabólica) ou por um baixo nível de dióxido de carbono no sangue decorrente de respiração rápida ou profunda (respiratória).

Causas da Alcalose:

Cada tipo de Alcalose tem uma causa específica:

Metabólica: é causada pela prevalência de bicarbonato (uma base) no sangue, que pode ser resultado tanto pelo aumento dessa substância, quanto pela perda das substâncias ácidas

Respiratória: é ocasionada pelo nível baixo de dióxido de carbono (CO2) no sangue, que pode ser causado por hiperventilação (em geral decorrente de alguma dor ou de ansiedade)

Hipoclorêmica: é resultado pela perda de compostos químicos chamados cloretos, o que pode acontecer durante crises de vômitos, por exemplo

Hipocalêmica: é a reação dos rins quando o corpo apresenta baixa de potássio, é quando os níveis de compostos ácidos e básicos estão altos ao mesmo tempo.

Além disso, a Alcalose muitas vezes pode ser causada por algum problema nos rins, que elimina a mais ou a menos as substâncias ácidas e básicas.

Sintomas da Alcalose:

A Alcalose nem sempre causa sintomas e, na maioria das vezes, são os sintomas da doença que provocam a condição. Entretanto, também podem surgir sintomas como espasmos musculares, fraqueza, dor de cabeça, confusão mental, tontura e convulsões, principalmente provocados pelas alterações em eletrólitos como potássio, cálcio e sódio.

Diagnóstico da Alcalose:

O diagnóstico deve partir de uma história clínica que levante os sintomas, de um detalhado exame físico e de exames laboratoriais que incluam uma gasometria arterial e testes de painel metabólico básico para confirmar Alcalose e determinar se ela é respiratória ou metabólica.

Outros exames para determinar a causa  podem ser exame de urina, inclusive a determinação do pH da urina. Uma alcalemia (presença de alcalinidade no sangue) ocorre quando o pH do soro é maior do que o normal, ou seja, 7,45 ou superior.

causas da alcalose

Tratamentos Para Alcalose:

O tratamento desta condição pode variar um pouco dependendo do tipo de Alcalose e do que vem causando a condição. Por exemplo, a condição respiratória pode ser tratada com uma simples redução da velocidade da respiração, assim como com o alívio da dor que vem provocando a respiração irregular.

Já a Alcalose metabólica necessita da ingestão de bastante líquido para que seja tratada, além da reposição de eletrólitos de potássio e de sódio. Quando a situação é muito grave podem ser necessárias medidas como administração por via venosa de ácido diluído.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *